domingo, 10 de março de 2013

DIGA NÃO AS DROGAS.

Por: Alessandro Buzo

A morte do Chorão do Charlie Brown Jr me trouxe muitas reflexões.
Essas reflexões me levam a agradecer Deus, minha esposa e o Hip Hop, foram eles três que me afastaram da cocaína, que fui viciado cerca de 7 a 9 anos.
Também estava tendo problemas por conta da droga e hoje, graças a Deus não quero nem de graça.
Quanto ao Chorão, faltou talvez Deus no coração, mas se foi um cara pelo que MUITA GENTE disse, na mídia e pessoas que eu conheço que conheciam ele, um cara rebelde (até demais as vezes), mas de um enorme coração, um coração acima de tudo bom. Gostava de ajudar o proximo.
Chorão é vitima de um sucesso enorme que algumas vezes (e a droga entra ai), se acha sozinho, mesmo cercado de muitos, milhares nos shows.
As vezes o cara se sente na solidão mesmo não sendo um cara sozinho. A depressão (outra vez a cocaína ajuda ai) é pesado.
Mas o que deve (e vai) ficar do Chorão é o seu talento na música, sua paixão pelo skate, sua cidade adotada (Santos)....
Ele merece que lembremos dele assim, um cara original e talentoso.
Nunca tive a oportunidade de conhece-lo pessoalmente, nem sou fã de carteirinha do Charlie Brown Jr, apesar de curtir o som, mas fiquei bastante sentido com a sua partida tão cedo.
Mostra o risco enorme da cocaína, diferente da maconha que é ligth e do Crack que derruba de vez, a cocaína é uma droga, não diria aceita, na sociedade, mas pelo menos é sim uma droga social, a pessoa usa anos a fio e continua trabalhando, vivendo em sociedade.
Outro perigo pra um artista bem sucedido, além do vício em droga e as MÁS COMPANHIAS, isso bem menos no caso do Chorão, mas explicitamente claro no caso do goleiro Bruno.
É preciso, pra lidar com a fama (eu tenho um pouco, principalmente em SP onde passo na TV).... uma estrutura familiar e ter Deus no coração.
Se vc tiver humildade, manter ela, é primordial. Digo se vc tiver, porque se não tinha antes, não vai ser famoso que vai passar a ser humilde.
Que o caso Chorão além da tristeza, traga a reflexão pros jovens, milhares deles fãs da sua banda: - DIGA NÃO AS DROGAS.
Assim como o Maradona disse uma vez: - VC não deixa de ser um viciado, você tem que lutar a cada dia.
Eu deixei de usar (cocaína e mesclado) a 16 anos e não sinto vontade, mas é preciso estar alerta sempre.
Dois casos do meu tempo pra refletir.
Tinha um traficante que vendia cocaína no trem que vai pra zona leste, que eu pegava todo dia (lotado).... uma vez peguei um "PINO" fiado pra pagar no dia seguinte.
No dia seguinte eu não tinha o dinheiro, cheguei no Brás e dei o papo pro cara: - Mano, não peguei grana, amanhã te pago.
A resposta dele me marcou e ajudou querer parar: - Eu estou perdendo meu tempo com vocês.
EU ESTAVA PERDENDO MEU TEMPO COM ELE e provei parando de usar droga, provei pra mim mesmo.
Outro caso que marcou, eu devia um PINO (R$ 10,00) pra um traficante no Itaim Paulista, tinha parado de usar a uns 6 mesês e a divida tinha ficado no gelo, eu nunca mais tinha ido onde ele ficava e nem visto.... tipo caducou a dívida.
Um dia eu estava vindo e vi ele, mais um cara conversando. Cumprimentei e segui, subi umas escadas e sai na Av Marechal Tito..... ai pensei bem e voltei.
Cheguei no cara e disse: - Fiquei te devendo 10 reais, não foi ? Não tenho certeza.
- Ficou sim, dez reais.
- Quanto é hoje, tem juros ?
Ele: - Não, é dez reais.
- Parei de usar, mas não podia deixar essa dívida pra trás, seria como ainda fazer parte, ainda estar envolvido.
Ele pegou o dinheiro e disse: - Se todo mundo que me deve 10 pagasse assim, ficaria rico.
Ali eu deixei essa história pra trás.
MOLECADA, quebrada ta a milhão, mas não vai pra grupo não, a última palavra sempre vai ser a sua: - DIGA NÃO AS DROGAS.

Alessandro Buzo é escritor
www.buzo.com.br

7 comentários:

  1. Excelente visão ! Parabéns professor ! É esse o sentido!

    ResponderExcluir
  2. Os melhores exemplos, são nossas vivencias e experiencias !!! Parabénz meu Lemon-Brother Buzo por compartilhar essas idéias conscientes !!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom teu texto, o que me deixa triste é que todo mundo sabe que é perda tempo e mesmo assim muitos jovens continuam se viciando todos os dias... Mas você nos dá um exemplo de luta, que é possível parar se a pessoa realmente quiser.... Parabéns Buzo, você sempre fazendo um belo trabalho!!!

    ResponderExcluir
  4. Um texto excelente ,que nos coloca a refletir :a droga é algo que não estraga ou destroi apenas a vida do usuário ,com esse malefício sofre a família e a sociedade também .Devemos refletir e estarmos sempre atentos ,pois as quebradas estão cada vez mais cheias de maconha ,cocaína ,crack e nossos jovens estão mais e mais se envolvendo e se destruindo .Nós como pais ,artistas ,educadores e sobretudo cidadãos temos a responsabilidade de trazer esse debate a tona ,e buscar uma alternativa de alertar e mostrar que esse caminho não leva a lugar nenhum ,ou na verdade leva sim leva a morte prematura por overdose ,ou a morte causada por traficantes .Ao amigo Buzo parabéns pela vitória e pelo texto ,e fica para os familiares ,os fãs e adimiradores do trabalho do Chorão a tristeza no coração .

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. A pinga é pior que a maconha.... isso é certo.

      Excluir